segunda-feira, 14 de maio de 2012

Hora de dormir

A hora de dormir por aqui tem sido uma luta diária. É muita enrolação e uma menininha sempre dormindo tarde e querendo acordar tarde (puxou a mamãe...). Até um tempo atrás ela dormia no máximo às 21:30, eu já acho um pouco tarde, mas como gosto de aproveitar o tempo com ela a noite, considero um horário aceitável. Não sei em que momento acabamos perdendo essa regra e o horário de dormir tem se estendido muitas vezes até bem mais tarde, hoje mesmo ela dormiu quase meia noite. Em alguns dias isso se justifica porque o sono da tarde acabou acontecendo tarde também, prejudicando a hora do sono noturno. Hoje por exemplo ela dormiu no carro na volta da escola, e por isso ficou sem sono. Em outros ela simplesmente nos enrola ou nós mesmo acabamos enrolando e perdendo a hora.
Cada dia é uma coisa, ela demora pra querer tomar banho, depois quer brincar mais um tempo, às vezes quer ver DVD. Quando finalmente vamos para o quarto, é a hora da leitura e muitas vezes ela quer que essa hora se estenda demais.
Uma coisa que tem ocorrido às vezes depois que apago a luz e nos deitamos abraçadinhas é que ela começa a me contar coisas que aconteceram durante o dia. Apesar de estar ligada no horário (geralmente já é bem tarde), confesso que adoro quando isso acontece. Estou sempre perguntando, querendo que ela me conte sobre seu dia na escola, e ela não costuma falar muito, então acho o máximo quando ela começa a contar o que fez, fala dos coleguinhas, das brigas, das brincadeiras, atividades, músicas, professores. E fala também de fantasia, das histórias que lemos, de monstros e bruxas. Nessa hora ela solta a matraca de verdade, não dá pra entender tudo, porque ela ainda se enrola para formar as frases, mas entendo bastante coisa. E ela se empolga e eu amo. Infelizmente preciso colocar um freio e ficar chamando pra dormir, dizendo que estou com sono, que está tarde, mas minha vontade é de gravar essas conversas pra nunca me esquecer dessa fase deliciosa da descoberta da fala, de começar a formar ideias, contar coisas. É incrível ver o quanto do que falamos e fazemos se reflete nela, e é também assustador...
O grande problema desses horários de dormir obviamente é o dia seguinte. No outro dia ela quer dormir até as 9, 10 horas. Em dias de escola a coisa complica, precisamos acorda-la e ela sempre fica um pouco mau humorada por não dormir o suficiente, e nós sempre chegamos muito atrasados no trabalho. Nos finais de semana todos aproveitamos a folga e dormimos até mais tarde. Mas eu sei que isso não é legal, que criança tem que dormir cedo e preciso instituir um horário limite por aqui.

Clara tem me saído com algumas coisas muito engraçadinhas, e eu como uma mãe babona preciso registrar. Ontem ela se tornou por alguns instantes uma bruxa má, muito má, com voz grossa e tudo o mais. Logo depois virou a "Banca de Neve". Hoje ela olhou pra nossa gata e disse: "Bibi, voxê tá com um cabelo tão bonitinho!". Depois falei que faria um omelete e ela: "oba, que delícia de omelete!". Mais tarde pediu suco de uva e afirmou categorica: "eu adolo suco de uva!". Ai, ai, o tempo está passando rápido demais pro meu gosto...

6 comentários:

Lia disse...

Kelly, adoooro acompanhar a Clarinha porque ela e a Emília estão sempre na mesma fase. Aqui é igualzinho: ontem, demos banho às 18h30, janta às 19h, historinha às 20h e às 20h30 ela estava na cama. Sabe que horas foi dormir? 22h! A mestra da enrolação.
Seguem algumas diquinhas que têm funcionado aqui (não 100%, como você pode notar):
- Tente impedir que ela durma no carro. Aqui, sempre que Emília dorme no carro atrapalha a soneca da tarde dela. Ela acorda assim que sai da cadeirinha e não dorme mais, é um estresse. Às vezes é duro. Tem que ficar conversando com a criança sem parar. Ela já chegou aqui com a cabeça caindo de sono. Mas é melhor isso que desandar tudo depois.
- não deixe ela assistir dvds depois das 19h. Já li isso em todas as recomendações de especialistas em sono. O estímulo audiovisual deixa a criança pilhada demais, e ela demora muito a relaxar de novo. No começo ela vai reclamar, mas depois que vocês criarem o hábito ela nem vai mais pedir. Você pode criar uma regra bem compreensível pra ela: "Clarinha só vê TV quando estiver claro lá fora". óbvio que isso vale pra vocÊs também. A TV tem de ficar desligada.
Assim você não vai ter de abrir mão do tempo dos livrinhos e do bate-papo na cama, que são os mais gostosos.
E quando a falação ficar interminável, a única coisa que funciona aqui é parar de responder.
Bjos!

lolo disse...

Kelly, sabe que uma coisa que eu não consegui estabelecer aqui em casa foi ler antes de dormir? Lara adora livrinhos, mas ela chega tão cansada da escola, até que eu chego ela já quer colinho, mamar, dormir, não tem paciência para livros.
De qualquer forma, me indica uns para a idade dela (1 ano e 9 meses). Tenho a impressão de que o que temos ou é de bebê demais ou para crianças maiores.
Beijos.

Rafaella disse...

Ai deve ser emocionante quando eles falam sobre o dia deles...
To doida para chegar minha vez rs..
E essa questão do horario é complicado ne, temos que colocar a rotina senão...
Eu tenho o mesmo problema aqui rs...
Bjs

Mãe Mochileira,Filho Malinha disse...

Ai,nem me fala...por aqui estou com o mesmo dilema...Filhote cada vez dormindo mais tarde e acordando mais tarde ainda...UMa coisa,pq atrasa a lição da escola, não almoça direito pq toma café tarde...e cadê coragem pra eu tirar ele da cama cedo sabendo que ele foi dormir tarde?? eu sei que a culpa é minha,preciso regrar a hora dele dormir,mas td dia eu fico ate tarde resolvendo coisas no meio da casa e ele lá.. me acompanhando ..rsss... :/

Bjs e uma ótima semana!! :)

Mari Mari disse...

A lia deu umas dicas, mas eu dou mais uma: tem que acordar cedo no fim de semana tambem. Porque se voce deixa acordar tarde no fim de semana, comeca um ciclo vicioso. Se acordar cedo todo dia, dorme cedo todo dia - sabado, domingo, feriado. Vale revezamento com o pai, claro! aqui, funciona.

Carla disse...

Q linda, Kelly!!!
Sempre passou por aqui e leio e fico imaginando essas coisas q vc relata.
Muito bom, viu?!

Bjs