terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Munique - Alemanha, última parte

Finalmente o ultimo post sobre a Alemanha na viagem de 2016! Dessa vez vou falar sobre o pouco tempo que passamos em Munique, de onde partia nosso voo para Paris.
Conseguimos sair de Garmisch antes do almoço, apesar de termos ido ao Wank neste dia. Pegamos a estrada e logo estávamos em Munique. Reservamos um hotel que foi indicado por um amigo alemão que mora na cidade, o Motel One München-Deutsches Museum. A localização não é tão próxima do centro, mas tem metrô perto, o hotel é bem novinho e cheio de charme. Achamos ótimo o custo-benefício, já que os hoteis são bem caros por lá. Estacionamos o carro na rua em frente ao hotel e andamos de metrô e a pé somente. 
Deixamos a bagagem no hotel e logo saímos para aproveitar o pouquissimo tempo que nos sobrou para conhecer a cidade.
Fomos direto ao centro, para o Restaurante e Cervejaria Hofbräuhaus onde almoçamos. Esse restaurante tem mais de 400 anos de história, é super turistico, mas não deixa de ser bom: comida e cerveja ótimas, um lindo prédio, achamos que vale a pena conhecer. Na saída ainda tem a lojinha com várias coisas legais. Depois andamos pelo centro, que é muito bonito. A cidade estava bastante agitada porque era dia de semi-final de um campeonato europeu, com o jogo Bayer x Atletico de Madrid, havia torcedores espanhois por todo lado, cantando aos brados o hino time, estava bem animado (e cheio de policiais). 
No final da tarde começou a chover e entramos na enorme Loja Kaufhof para dar uma olhada e comprar algumas coisinhas. Acabamos ficando bastante tempo com tanta coisa para olhar. Depois disso andamos mais um pouco e jantamos em outro restaurante bastante antigo, o Augustiner, muito bom também.
Depois voltamos para o hotel para descansar e terminava aí nossa deliciosa viagem pela Alemanha. No outro dia bem cedo fomos para o aeroporto e embarcamos para Paris.

Marienplatz


Hofbrauhaus

Torcedores espanhóis


Hofgarten


Galeria Kaufhof


Vista do café da Galeria Kaufhof


Torta de maça do Augustiner

Restaurante Augustiner


segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

A fada do dente passou por aqui

Clara já trocou os 2 dentes da frente da parte de baixo, o primeiro tivemos que ir ao dentista para tirar porque estava muito mole e ela não deixava tirar. O segundo consegui tirar em casa.
Há algum tempo os 2 dentes de cima estão moles e também um de baixo. Com 3 dentes moles já estava dificil comer direito. Semana passada Clara conseguiu tirar o dente de baixo sozinha! Ontem ela mesma tirou um dos dentes de cima e está oficialmente inaugurado janelão aqui em casa. Está engraçado porque o outro está tão mole que foi para o meio da boca, acho que amanhã mesmo deve sair.
Estou orgulhosa da minha pequena corajosa (me lembro que eu dava um super trabalho pra tirar os meus). Por outro lado já sinto falta do sorrizinho de dentinhos pequenos, porque eles crescem tão rápido?
Aos quase 7...

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Garmisch-Partenkirchen - Alemanha Parte 6

Chegamos a Garmisch-Partenkirchen no final do dia e fomos direto para o Hotel Alpina. Excelente opção de hospedagem, com um maravilhoso café da manhã. A escolha de um bom hotel dessa vez foi fundamental porque o tempo ficou péssimo nos 2 dias que passamos na cidade, nos obrigando a ficar bastante tempo no hotel. 
No dia seguinte, um domingo, o tempo já amanheceu muito nublado, frio e chuvoso. Tomamos um delicioso café da manhã e depois fomos até o centrinho da cidade, onde encontramos tudo fechado. Decidimos pegar uma estradinha qualquer subindo uma das montanhas e fomos curtindo a paisagem, apesar da chuva. Nessa região existem centenas de trilhas dos mais variados tipos de dificuldade. Não havíamos pego nenhuma informação e nem mapa antes, e fomos seguindo sem destino pelas estradinhas. Fizemos 2 paradas e caminhamos um pouco pela floresta. Em uma delas encontramos as ruínas do castelo Werdenfels no meio da floresta, foi bem legal. 
Depois disso voltamos para a cidade e fomos almoçar. Em função do horário avançado, havia poucas opções abertas e no restaurante que entramos só havia um cardapio bem restrito disponível, mas a moça foi simpática e abriu exceção para fazer salsicha para a Clara (ela só quer comer isso na Alemanha). Almoçamos, demos uma volta de carro pela cidade e depois voltamos para o hotel, onde relaxamos e até curtimos uma piscina aquecida deliciosa. 
A esperança era forte de amanhecer um tempo melhor na segunda para podermos subir ao Zugspitze, nosso principal objetivo. Infelizmente não foi o que aconteceu, novamente tempo péssimo. Fomos até o centro de visitantes para nos informarmos sobre a possibilidade de subir mesmo assim, mas a atendente nos mostrou as imagens das câmeras instaladas na montanha e não dava pra ver absolutamente nada. Ela mesma disse que não valia a pena e nos sugeriu um outro passeio, o Canyon Partnachklamm, que é um passeio que normalmente molha, então não faria diferença ir com chuva. O Jorge tinha lido a respeito mas eu tinha dúvida se era seguro ir com chuva, como ela garantiu que era tranquilo, seguimos para lá.
As informações que encontramos na internet a respeito do Canyon diziam que devíamos ir até o Estádio Olimpico de Esqui e deixar o carro no estacionamento, seguindo a pé a partir de lá. Fomos um pouco mais pra frente e mesmo assim era um pouco longe, tivemos que caminhar até a entrada, na chuva. Obvio que a Clara reclamou um bocado, mas deu certo. Na volta fiquei com ela sentada num local mais próximo à entrada enquanto marido buscava o carro. No local há uma portaria onde se cobra ingresso, mas não lembro o valor.
Canyon Partnachklamm é impressionante, muito profundo e com grande volume de água. Foi cavada uma passagem nas rochas em uma das paredes laterais, por onde se caminha até o trecho onde as paredes se abrem. A caminhada dura cerca de 2 horas, ida e volta, alguns trechos são escuros e molha um pouco lá dentro. Foi muito divertido, nós 3 gostamos bastante. 
Depois do Canyon voltamos para o hotel e mais tarde saímos para jantar. Fomos no Restaurante Wolpertinger, onde fomos atendidos por uma garçonete muito simpática, que deu a maior atenção pra Clara, deu material para desenhar e no final ainda deu um relógio de doce que ela amou. A comida também estava muito boa, tanto as salsichas Nurnbergers quanto um carrinho-de-mão miniatura repleto de carnes e batatas. Super recomendado este restaurante! 
No dia seguinte a programação era seguir para Munique após o café da manha, mas decidimos que não poderíamos ir embora sem subir numa montanha. Só para aumentar nossa vontade, o tempo melhorou um pouco, mas não tinhamos tempo para subir a Zugspitze, então optamos por subir a Wank. As 2 montanhas possuem teleférico para subir, mas o da Wank é mais barato. Com o GPS chegamos fácil ao local, que estava vazio, compramos as entradas e já entramos no teleférico. A subida é bastante longa e íngreme. Clara ficou com medo no início mas depois relaxou e curtiu. Quando chegamos ao topo o tempo estava relativamente bom e conseguimos ter uma visão panoramica das montanhas e da cidade por um curto período, logo depois nublou novamente. Clara estava louca para ver e brincar com a neve e ficou feliz em encontrar um pouco lá em cima, fez até um pequeno boneco de neve e jogamos algumas bolas. Vimos algumas pessoas que subiram no teleférico e desciam pela trilha, deu muita vontade de fazer o mesmo, quem sabe da próxima vez. Depois de um tempo, nublou tudo de novo e decidimos descer para ir embora. 


A caminho de Garmisch-Partenkirchen, passando pela Austria



Centenas de trilhas!!!


Vista da cidade a partir da ruína

Ruínas do Werdenfels



Piscina delícia do Hotel Alpina

Arquitetura típica

A caminho do Canyon


Canyon Partnachklamm








Prato do Restaurante Wolpertinger



Subida para Wank


No alto da montanha Wank



E o tempo fechou...


Bonequinho de neve

Cadeiras no mirante - tem uma vista maravilhosa




segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Fussen - Mais fotos

Decidi dividir as fotos deste post sobre o trajeto de Colmar a Fussen e sobre os castelos, pois o post ficou um pouco grande. Seguem as demais fotos.

Guesthouse Maurushaus

Castelo Hohenschwangau

Carruagem para o Neuschwanstein, ao fundo


Chegando a Neuschwanstein

Neuschwanstein - visão lateral



Pátio interno do castelo


Neuschwanstein, fantástico!


Vista do castelo

Konigliche Quarkgebacke - um bolinho dos deuses vendido no caminho para o castelo

Descendo pelas trilhas


De novo Neuschwanstein

Salsicha alemã - nós amamos!

Chegando a Hohenschwangau

Hohenschwangau




Hohenschwangau


Fussen

Fussen

Fussen - Baumgarten

Mosteiro St Mang

Mosteiro St Mang