sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Parto

Faltam poucos dias para o tão esperado nascimento da Clara, estou cada dia mais ansiosa! Esse calor de Brasília está matando, fazendo meu inchaço aumentar ainda mais... E essa falta de ar???
Hoje foi meu ultimo dia de trabalho, a partir de agora posso ficar mais de pernas pra cima, tentando relaxar e descansar. Como tenho dormido super mal a noite, vai ser bom poder cochilar durante o dia, quando tiver sono.

Tenho pensado muito em como será esse tão esperado momento, em que vou ter minha filha nos braços e não consigo imaginar o quanto vai ser emocionante... Ontem nasceu a Emília, filha do Eduardo e da Ana, amigos grávidos mais próximos, e fiquei super feliz quando vi a foto dela, tão linda e fofinha! Claro que a primeira coisa que pensei foi no momento em que a Clara estiver aqui fora...

O parto é sempre uma etapa que nos enche de dúvidas, medo e ansiedade, seja do tipo que for, é sempre um momento de apreensão... Eu já queria fazer cesárea antes de saber que a Clara está sentada, agora então...
Geralmente lido numa boa com as opiniões contrárias, que querem me obrigar a optar por parto normal, mas as vezes me irrito quando a insistencia é muito grande. Eu realmente acho que a mulher tem direito de escolher a forma como quer ter seu filho, e que essa escolha deve ser respeitada. Dessa forma eu acho o máximo quando uma pessoa quer muito ter parto normal e dá tudo certo, do jeito que ela sonhou, e também acho legal quando o parto é cesariana e também corre tudo bem. O importante é que no final deu tudo certo, que o bebê e a mãe fiquem bem e felizes. Ninguém pode dizer que um bebê será mais feliz e saudável por ter vindo ao mundo de forma "mais natural" que um nascido de uma cesariana... Um bebê que é "arrancado" de dentro da barriga da mãe, conforme pregam os que condenam a cesárea, não vai ser uma pessoa traumatizada, carente e cheia de problemas por esse motivo!
Geralmente eu até evito tocar nesse assunto porque não tenho muita paciencia para ficar ouvindo as mesmas seções de argumentos e os mesmos ataques indignados de sempre, mas hoje eu passei por uma seção dessas pessoalmente e agora, navengando pelos blogs, vi um post que tratou exatamente desse assunto, escrito de forma brilhante pela Patrícia. Para quem quiser ver o link é este:
http://patricia-couto.blogspot.com/2010/02/polemizando-um-pouco.html

Geralmente essas mesmas pessoas que se acham no direito de impor a forma como você vai ter seu filho, gostam de opinar em vários outros aspectos da sua vida. Por exemplo: nossssaaaaa, você tem gatos em casa??? E agora, como vai ser com o bebê, você está colocando a vida da sua filha em risco, some logo com esses gatos!
Fala sério, eu não mereço ter que ouvir essas coisas né! Cada um cuida da sua vida, por favor!!!

6 comentários:

Patricia disse...

Kelly,
obrigada pelo comentário e pela divulgação! Também evitava falar muito de que não acho cesárea o fim do mundo pra evitar maiores encheções mas, depois do post, vi tanta gente concordando que acho que foi bom falar.
Pelo que vi você está perto de ter sua filha nos braços. Te garanto com absoluta certeza que depois de vê-la, aí sim, não vai haver nem sombra de dúvida de que o parto é a parte menos importante da gravidez.
Vou continuar te visitando e espero em breve ter notícias da chegada da Clara.
Ah! A falta de par passa no mesmo minuto que a bebê sai da barriga. Lembro até hoje a sensação de alívio de poder respirar profundamente....heheheh. Mas os desconfortos compensam, claro.
beijos

Patricia disse...

corrigindo: falta de AR.

Lia disse...

Kelly, concordo com você 100%. Realmente acredito que o parto normal seja algo mais saudável para a mãe e o bebê; contudo, compreendo perfeitamente quem faz a opção pela cesariana. Só acho que isso tem de ser uma escolha da mãe, não do médico, né? ah, tenho amigas que fizeram cesárea que tiveram uma recuperação maravilhosa. E quanto ao futuro do bebê: eu nasci de cesárea, e não me acho carente nem traumatizada ;)
Boa hora pra você!!

Kelly Resende disse...

Obrigada pela visita, Patrícia, tb vou continuar visitanto seu Blog, seus textos são otimos!
Lia, vc tocou num ponto crucial! Realmente deve ser bem ruim qdo a mulher quer fazer parto normal e o médico força a barra para uma cesárea, inventando mil desculpas. Acho que qdo o médico não quer fazer o PN deve avisar logo para que a pessoa tenha tempo de procurar outro medico!!!
Beijos

Anna disse...

Kelly,

Adorei o texto! Boa hora pra vocÊ e que a Clara venha com muita saúde. Ela vai trazer muitas alegrias pra vocês!

Beijos

Carla Tika disse...

Kelly!
Tbm nasci de cesárea, e vim antes do previsto, c/ 7 meses. rsrs
E estou aqui: Sem carência nem traumas. rsrs

Fiquei muito, mas muito feliz de saber q vc defende seus filhotes peludos.
É isso msm!
Esses dias li uma frase q gostei muito:
"O amor não traz alergia. Amor só traz alegrias!"

Bjs e muita tranquilidade na tão esperada chegada de Clara.